Tag Archiv: aerolineas argentinas

Aerolineas Argentinas anuncia novos voos

Aerolineas ArgentinasDurante a 41ª Feira da Abav, a Aerolíneas Argentinas anunciou sete novos voos para o estado da Bahia. O anúncio foi recebido com muito entusiasmo, durante a coletiva de imprensa que contava com a presença do secretário de Turismo, Domingos Leonelli.

Ariel Rodriguez, diretor geral da companhia de linhas aéreas para o Brasil, comentou sobre os novos voos: “Serão quatro voos diretos de Buenos Aires para Salvador e mais três para Porto Seguro. Os argentinos adoram a Bahia e o objetivo é colocar voos diários o ano todo”, finalizou.

Aerolíneas Argentinas é a maior companhia de linhas aéreas da Argentina, tanto em voos internacionais como domésticos. Além disto, é responsável por cerca de 80% dos voos domésticos e 40% dos internacionais que partem do Aeroporto Internacional Ministro Pistarini, localizado na região de Ezeiza, em Buenos Aires.

Aerolíneas Argentinas e LAN Airlines são as únicas empresas de linhas aéreas latino-americanas que voam à Oceania. Em 1949 as companhias de linhas aéreas argentinas se fundiram para a criação da Aerolíneas Argentinas. A empresa começou a operar em 7 de dezembro de 1950.Como a Argentina na mesma época não contava com um aeroporto de grandes proporções, o governo Perón construiu também o Aeroporto Internacional Ministro Pistarini. Em 1959 inicia sua expansão mundial com a entrada na aviação a jato e a aquisição de seu primeiro Comet IV, o Tres Marías. A partir da década de 1970 chegam os Boeing 737-200″Advanced”, 747-200 e 727-200 e a empresa de linhas aéreas inicia uma grande estratégia publicitária com a aparição em filmes e a venda de licenças para a fabricação de seus modelos em brinquedo, prática que se mantém até hoje. Na década de 1990, como parte do programa de privatizações do estado feito por Carlos Menem, a empresa passa ao controle da estatal espanhola Iberia. Uma gestão desastrosa levou ao fechamento de escritórios no exterior e a venda de aeronaves.

Em 2008 o governo argentino então decidiu estatizar a empresa com o objetivo de manter os empregos e as rotas em funcionamento. Em Janeiro de 2009 a presidenta argentina Cristina Kirchner nomeia uma nova diretoria para administrar a empresa que terá como missão renová-la com a compra de novos aviões e a reativação de rotas abandonadas após a crise vivida pela empresa. Em Outubro de 2010, a Aerolineas confirma em seu site a assinatura de um memorando, assinado em Amsterdã, em final de outubro de 2010, para entrar na aliança de linhas aéreas Skyteam, se juntando assim a aliança que conta com o grupo liderado por empresas como Delta Airlines, Air France-KLM, Alitalia, dentre outras.

Aerolineas Argentinas

Aerolineas Argentinas inaugura novos voos

A empresa de linhas aéreas Aerolineas Argentinas, já colocou à venda as passagens aéreas do voo AR 2267 que começa suas operações a partir do próximo dia 2 de Junho, interligando Buenos Aires a Belo Horizonte. Os novos voos terão frequências diárias e non stop, com partida de Confins à 01:45h e chegando ao Aeroporto de Ezeiza às 05:25h. No regresso, o voo AR 2266 sai de Ezeiza às 21:55h, chegando ao aeroporto de Confins à 01:05h.

Com os novos voos, os passageiros da Aerolineas Argentinas poderão realizar conexões imediatas à Oceania, EUA, Europa e todo o interior da Argentina e América do Sul.

Aerolíneas Argentinas é a maior companhia de linhas aéreas da Argentina, tanto em voos internacionais como domésticos. Além disto, é responsável por cerca de 80% dos voos domésticos e 40% dos internacionais que partem do Aeroporto Internacional Ministro Pistarini, localizado na região de Ezeiza, em Buenos Aires. Aerolíneas Argentinas e LAN Airlines são as únicas empresas de linhas aéreas latino-americanas que voam à Oceania. Em 1949 as companhias de linhas aéreas argentinas se fundiram para a criação da Aerolíneas Argentinas. Na década de 1990, como parte do programa de privatizações do estado feito por Carlos Menem, a empresa passa ao controle da estatal espanhola Iberia.

Aerolineas ArgentinasUma gestão desastrosa levou ao fechamento de escritórios no exterior e a venda de aeronaves. A incorporação da Austral não tirou a empresa da crise que culminou, em 2001, com a suspensão de sete voos internacionais, a convocatória de credores e a venda da empresa. O controle da empresa passou então para um consórcio formado pelas companhias de linhas aéreas espanholas Spanair e Air Comet junto com o Grupo Marsans que adquiriu 92,1% das ações. Em 2008 o governo argentino então decidiu estatizar a empresa com o objetivo de manter os empregos e as rotas em funcionamento.

Em Janeiro de 2009 a presidenta argentina Cristina Kirchner nomeia uma nova diretoria para administrar a empresa. Essa nova diretoria terá como missão renovar a empresa com a compra de novos aviões e a reativação de rotas abandonadas após a crise vivida pela empresa. Em Outubro de 2010, a Aerolineas confirma em seu site a assinatura de um memorando, assinado em Amsterdã, em final de outubro de 2010, para entrar na aliança de linhas aéreas Skyteam, se juntando assim a aliança que conta com o grupo liderado por empresas como Delta Airlines, Air France-KLM, Alitalia, dentre outras. No dia 29 de Agosto de 2012, Aerolineas Argentinas entra no grupo Skyteam, tornando-se seu 18º membro efetivo.

X